INSTITUCIONAL PMNGL



PROGRAMA NACIONAL DE MELHORAMENTO DO GIR LEITEIRO – PNMGL


Atualmente, o Gir Leiteiro passa por um período de acelerado desenvolvimento. A pecuária leiteira de países tropicais necessita de opções que permitam uma exploração mais eficiente dentro de suas realidades econômica e ambiental. O Gir Leiteiro preenche, plenamente, esta lacuna.
O interesse por animais ou sêmen da raça está em crescente expansão, não só no Brasil, como em todo o mundo tropical. O Gir Leiteiro vem sendo utilizado cada vez mais para o cruzamento de animais com algum grau de sangue europeu com a finalidade de promover a heterose ou choque de sangue. Este cruzamento tem o objetivo de aumentar a rusticidade, vigor e docilidade dos animais sem causar prejuízo para a produção leiteira.
A produção média do Gir Leiteiro é de 3.600 kg em 305 dias, corresponde a três vezes a média nacional que atualmente é de 1.237 kg. Outra vantagem importante é que o Gir Leiteiro está extremamente adaptado às nossas condições climáticas e de manejo. A raça também se destaca pela grande produção de sólidos no leite com valores médios de 4,2% de Gordura e 3,1% de proteína.


PNMGL E O TESTE DE PROGÊNIE

O Programa Nacional de Melhoramento do Gir Leiteiro – PNMGL, executado pela ABCGIL e Embrapa Gado de Leite, foi implantado em 1985 com o objetivo principal de promover o melhoramento genético da raça Gir Leiteiro por meio da identificação e seleção de touros geneticamente superiores para as características de produção (leite, gordura, proteína e sólidos totais), de conformação e de manejo, bem como proceder à avaliação genética dos animais de todos os rebanhos participantes.
O Teste de Progênie é a prova zootécnica mais segura para identificar os valores genéticos dos touros e promover o melhoramento genético em rebanhos leiteiros. O Teste de Progênie avalia a capacidade de um touro em passar a suas filhas suas qualidades genéticas. O teste requer tempo considerável, 6 a 7 anos, e os reprodutores são avaliados a partir de informações e desempenho de suas filhas (puras e mestiças), através de controle leiteiro e avaliação linear.
Em 2015 o PNMGL completou 30 anos de execução, e todos os anos é publicado pela ABCGIL/EMBRAPA o sumário brasileiro de touros onde se verifica o resultado do Teste de Progênie. Os produtores cada vez mais acreditam no Teste de Progênie e a demanda pela inclusão de novos touros tem aumentado. Podemos dizer que o Teste de Progênie é hoje o maior responsável pelo sucesso do Gir Leiteiro, pois todas as informações geradas nestes 30 anos formaram as bases para um crescimento com sustentabilidade e responsabilidade.

FAZENDAS COLABORADORAS

Rebanhos colaboradores são aqueles que contribuem com o Teste de Progênie disponibilizando um determinado número de matrizes para serem inseminadas com o sêmen distribuído pela ABCGIL e Embrapa. Esse sêmen é fornecido de forma gratuita aos produtores de leite que assumem um compromisso com o programa de reterem no rebanho as fêmeas até o encerramento de sua primeira lactação. Para garantir que cada touro expresse seu real potencial, sem vícios de acasalamentos e tratamentos preferências, o sêmen ora doado vem codificado das centrais de coleta e somente na idade adulta das fêmeas ele é revelado.
Atualmente o PNMGL conta com 615 rebanhos colaboradores cadastrados, entre rebanhos Gir Leiteiro puros (30%) e rebanhos mestiços (70%), somando produtores que pegaram sêmen no último ano, rebanhos que estão fazendo controle leiteiro das filhas dos touros em Teste de Progênie e rebanhos onde somente se faz o acompanhamento das bezerras já nascidas até estas entrarem na vida produtiva.
A maior parte da produção leiteira do país, segundo dados da Embrapa Gado de Leite, é oriunda de rebanhos mestiços com algum grau de sangue Gir Leiteiro. Existindo uma relação de simbiose entre o PNMGL e os rebanhos colaboradores, que na sua maioria são de médios a pequenos produtores de leite que tiram desta atividade o sustento para suas famílias. A doação deste sêmen para estas classes de produtores se torna decisivo para o melhoramento genético de seus rebanhos, pois na maioria dos casos muitos ainda permanecem fazendo inseminação graças ao auxílio desta doação. Sem contar que partindo do pressuposto que os jovens touros em teste tendem a serem superiores aos pais, devido ao ganho genético entre gerações, e estes serão utilizados pelos rebanhos colaboradores com uma antecedência de pelo menos sete anos em relação ao mercado, chegamos à conclusão que o PNMGL impõe aos colaboradores um ritmo bastante acelerado no seu melhoramento genético. Podemos afirmar então que o PNMGL possui uma função social muito grande dentro do contexto dos produtores de leite, pois leva a tecnologia a um custo zero e estrutura os rebanhos para que estes retornem ao programa as informações necessárias para as avaliações do Teste de Progênie.








sumário

Sumário Brasileiro de Touros

Confira o sumário completo 2015

resultados

Gir Leiteiro Sustentável

Confira aqui os resultados do Gir Leiteiro Sustentável.
acessar


conteúdo técnico

Universidade Gir Leiteiro

Tenha acesso aos artigos técnicos relacionados ao Gir Leiteiro.
acessar

nossos parceiros




Site Oficial da Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro
© todos os direitos reservados - ABCGIL 2015
ABCGIL - Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro
Praça Vicentino Rodrigues da Cunha, 110
Caixa Postal 6040 - Parque Fernando Costa
38040-971 - Uberaba/MG