Área do Criador
Fazendas Colaboradoras PNMGL

Fazendas Colaboradoras PNMGL

02/07/2014



FAZENDAS COLABORADORAS

Rebanhos colaboradores são aqueles que contribuem com o Teste de Progênie disponibilizando matrizes para serem inseminadas com o sêmen distribuído pela ABCGIL e Embrapa. Esse sêmen é fornecido de forma gratuita aos produtores de leite que assumem um compromisso com o programa de reterem no rebanho as fêmeas até o encerramento de sua primeira lactação. Para garantir que cada touro expresse seu real potencial, sem vícios de acasalamentos e tratamentos preferências, o sêmen ora doado vem codificado das centrais de coleta e somente na idade adulta das fêmeas ele é revelado.

Atualmente o PNMGL conta com 500 rebanhos colaboradores cadastrados, entre rebanhos Gir Leiteiro puros e rebanhos mestiços, somando produtores que pegaram sêmen no último ano, rebanhos que estão fazendo controle leiteiro das filhas dos touros em Teste de Progênie e rebanhos onde somente se faz o acompanhamento das bezerras já nascidas até estas entrarem na vida produtiva.


PRE-REQUESITOS PARA SE TORNAR UMA FAZENDA COLABORADORA

Os critérios para ser tornar um rebanho colaborador são bastante simples, porém imprescindíveis para o bom andamento dos trabalhos de acompanhamento e avaliação das progênies.

Segue abaixo o passo a passo para o enquadramento dos rebanhos no PNMGL:

• É necessário que haja na propriedade uma estrutura mínima para a utilização da inseminação artificial, como equipamentos para manuseio do sêmen e botijão de armazenamento;

• O sêmen é fornecido gratuitamente aos rebanhos colaboradores na proporção de 2 (duas) doses de sêmen para cada ventre disponibilizado;

• O sêmen é identificado através de códigos secretos (cada touro possui três códigos) e deve ser utilizado nas matrizes colaboradoras de forma aleatória durante o período de um ano;

• O rebanho deverá possuir boa escrituração zootécnica, fornecendo ao programa todas as informações necessárias referentes à utilização do sêmen, sobre as progênies e matrizes colaboradoras;

• O produtor deverá fornecer os dados das progênies dos touros em teste aos técnicos do programa durante as visitas de acompanhamento, com a frequência de duas a três vezes por ano;

• O Produtor deverá se comprometer a reter as filhas dos touros em teste até o final da 1ª lactação, não sendo permitida a venda até o encerramento;

• Deverá ser feito o controle leiteiro (pesagens de leite mensais) das filhas dos touros na sua 1ª lactação e suas respectivas companheiras de rebanho. Caso o produtor de gado Mestiço não tenha implantado ainda em sua propriedade a prática de controle leiteiro, será este então subsidiado pela ABCGIL através de controladores credenciados pelo PNMGL;

• Os machos provenientes do sêmen doado pelo Teste de Progênie não são utilizados para as avaliações, podendo ser mantidos, descartados ou comercializados conforme as necessidades do produtor;

• Todas as despesas e custos com controle leiteiro, visitas técnicas e distribuição de sêmen serão por conta da ABCGIL;


Para se tornar um rebanho colaborado entre em contato com a ABCGIL pelo telefone (34) 3331-8400 ou pelo e-mail girleiteiro@girleiteiro.org.br.


André Rabelo Fernandes
Zootecnista - ABCGIL



Foto: Carlos Lopes


 

 

 


outras notícias:

07/12/2023 - AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE REALIZAÇÃO DA 24ª EXPOSIÇÃO NACIONAL DO GIR LEITEIRO EXPOGIL 2024 PELA DI

06/11/2023 - Diretora Marketing Roberta Bertin participa de Seminário Internacional na Índia

06/10/2023 - ABCGIL lança site de ofertas para associados

28/09/2023 - Divulgação 6º Sumário de Fêmeas Gir Leiteiro e Resultado Genoma 2023


nossos parceiros




Site Oficial da Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro
© todos os direitos reservados - ABCGIL 2015
ABCGIL - Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro
Praça Vicentino Rodrigues da Cunha, 110
Parque Fernando Costa
38022-330 - Uberaba/MG