Área do Criador
IBGE divulga resultado do primeiro trimestre de 2014 sobre quantidade de leite no país.

IBGE divulga resultado do primeiro trimestre de 2014 sobre quantidade de leite no país.

08/07/2014



Prezados Associados,

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) faz trimestralmente uma pesquisa levantando informações sobre a quantidade de leite fluido como matéria-prima entregue às indústrias e a quantidade destinada à industrialização, inclusive pasteurização, tendo como unidade de coleta todos os estabelecimentos que se dedicam à atividade e estão sob inspeção federal, estadual ou municipal. A pesquisa foi iniciada em 1976.

No dia 26 de Junho de 2014 foi divulgada a tabela do primeiro trimestre de 2014 onde mostra que o Brasil adquiriu, pelas indústrias processadoras de leite, 6,186 bilhões de litros do produto, indicativo de aumento de 8,9% sobre o 1º trimestre de 2013 e queda de 5,5% sobre o 4º trimestre de 2013. A industrialização, por sua vez, foi de 6,169 bilhões de litros ou o mesmo que 8,9% de aumento sobre o mesmo período de 2013 e queda de 5,2% sobre o 4º trimestre de 2013.

Regionalmente observou-se que o Sudeste foi responsável por 41,4% da aquisiçãonacional de leite, o Sul por 33,8% e o Centro-oeste por 14,7% no 1º trimestre de 2014. O Norte e Nordeste participaram com percentual igual a 5,0% cada um. Comparativamente ao1º trimestre de 2013 observou-se ganho de participação das regiões Sudeste, Nordeste eCentro-Oeste, enquanto as demais apresentaram certa redução.


 

No comparativo entre o 1º trimestre de 2014 e o trimestre imediatamente anterior observou-se queda da aquisição em todas as regiões, exceto a Nordeste na qual o aumento foi puxado, sobretudo pela Bahia. A região Sul teve a maior queda em volume de leite em termos nacionais, sendo influenciada pela forte redução da aquisição no Rio Grande do Sul, dado o início da entressafra. Soma-se a isto a ocorrência de períodos pouco chuvosos na região centro-sul brasileira, fato que reduziu ainda mais a aquisição de leite no período ao afetar as pastagens e formação de silagens.

Minas Gerais é o estado que mais adquire leite cerca de 27,6% do total nacional. Na sequência destacam-se o Rio Grande do Sul com 13,7%, o Paraná com 11,7%, Goiás com 11,1% e São Paulo com 10,3% de participação.

Aquisição de leite - Unidades da Federação - primeiro trimestre de 2014




No 1º trimestre de 2014 participaram da Pesquisa Trimestral do Leite 2.097 informantes distribuídos por todos os estados brasileiros à exceção do Amapá que não tem informantes cadastrados que se enquadram na metodologia da pesquisa. Do total de informantes 41,7% tinham inspeção sanitária federal; 45,6% a estadual e 12,7% a municipal. No entanto, em termos de participação na produção, o cenário era: 92,9% da aquisição de leite foi feita por estabelecimentos com inspeção federal; 6,3% foi feita por estabelecimentos estaduais e o residual por estabelecimentos sob inspeção municipal.


Ranielly da Silva Maciel
Veterinária - ABCGIL
Fonte IBGE


outras notícias:

07/12/2023 - AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE REALIZAÇÃO DA 24ª EXPOSIÇÃO NACIONAL DO GIR LEITEIRO EXPOGIL 2024 PELA DI

06/11/2023 - Diretora Marketing Roberta Bertin participa de Seminário Internacional na Índia

06/10/2023 - ABCGIL lança site de ofertas para associados

28/09/2023 - Divulgação 6º Sumário de Fêmeas Gir Leiteiro e Resultado Genoma 2023


nossos parceiros




Site Oficial da Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro
© todos os direitos reservados - ABCGIL 2015
ABCGIL - Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro
Praça Vicentino Rodrigues da Cunha, 110
Parque Fernando Costa
38022-330 - Uberaba/MG